top of page
  • sindsems

Sindsems e Prefeitura fazem nova reunião sobre reajuste dos servidores

O presidente do Sindsems, Gilcelio Paiva, a vice-presidente, Mousiely Bastos e os diretores, Gerlan Dias, Sabrina Nascimento e Carvalho Neto se reuniram, mais uma vez, com os representantes da administração pública municipal, Dr, David Duarte (chefe de gabinete), Ramom Carvalho (secretário de gestão e planejamento), Regina Carvalho (secretária de saúde) e Herbert Lima (secretário de educação), para discutir a seguinte pauta: campanha salarial dos servidores de 2022.

Com os índices de reajuste salarial sem definição, o Sindsems solicita 15,03% para os servidores, tomando base nos valores do IPCA, usado para fazer o cálculo da inflação. Além de pedir agilidade na legalização do reajuste do piso dos professores e dos agentes de endemias e agentes de saúde.

Na reunião ficou acertado um aumento salarial de 17,34% para os enfermeiros, 21% para os orientadores educacionais e secretários escolares e 10,06% aos demais servidores, a serem pagos em duas parcelas. Em relação ao pagamento do reajuste do piso dos ACE e ACS, segundo a prefeitura, quando o piso for aplicado, a correção salarial será implementada.

Sobre o pagamento do piso salarial dos professores, o Sindsems cobrou que fosse cumprido a Lei de reajuste de 33,24%, porém, a proposta apresentada pela gestão foi de apenas 21%, muito abaixo do que foi sancionado pelo Governo Federal. Diante disso, no final da tarde de hoje, o sindicato realizou reunião extraordinário em seu auditório, para anunciar aos educadores a oferta da prefeitura, e ficou decidido entre a entidade e os professores a negativa da proposta, assim, iniciando a paralisação na quinta-feira (17/03), a partir da 07h da manhã, em frente a Prefeitura Municipal de Sobral.

Apesar do sindicato reconhecer os avanços na pauta geral da campanha salarial, faltou reconhecer a importância dos professores na educação, que tanto trabalham para levar o nome do município a nível nacional como a melhor educação do país.




7 visualizações0 comentário
bottom of page